Domingo , 22 Setembro 2019
Home / Saúde / Dia de Luta contra a AIDS terá ação em Campos Novos

Dia de Luta contra a AIDS terá ação em Campos Novos

a2ad2112dd6b88597a8c8434d5a6c27601122014134602Data é lembrada na terça-feira, 1º de dezembro. Ação será realizada na Praça Lauro Müller.

O Dia Internacional da Luta contra a AIDS é celebrado todo 1º de dezembro e tem como objetivo lembrar a sociedade da intensa luta contra a doença, trazer os valores de compreensão, solidariedade e apoio às pessoas infectadas pelo vírus HIV/AIDS. A data existe desde o final dos anos 80 e é quando geralmente são realizadas diversas campanhas de sensibilização sobre a AIDS.

Em Campos Novos, a Vigilância Epidemiológica programou para a próxima terça-feira, ação de sensibilização e orientação sobre a AIDS. A ação acontece na Praça Lauro Müller, a princípio pela manhã, no horário entre 09hs e 12hs. Serão repassadas orientações sobre a doença, distribuídos panfletos e neste ano pela primeira vez também será realizado o teste rápido de AIDS. O teste será feito em uma barraca fechada para quem se sentir à vontade para realizá-lo e manter o sigilo.

Os testes rápidos são realizados a partir da coleta de uma gota de sangue da ponta do dedo. O sangue é colocado em dois dispositivos de testagem e para chegar ao resultado, o profissional que realiza o teste segue um fluxo determinado cientificamente. Se os dois dispositivos tiverem os mesmos resultados, o diagnóstico já é fechado. Porém, se houver discordância, é feito outro teste um terceiro para confirmação. Assim, o resultado tem a mesma confiabilidade dos exames convencionais e não há necessidade de repetição em laboratório.

O método permite que, em apenas meia hora, o paciente faça o teste, conheça o resultado e receba o serviço de aconselhamento necessário. O teste de AIDS é gratuito, sigiloso e um direito de todo o cidadão.

SC participa de acordo federativo de combate à doença

Santa Catarina passou a integrar uma agenda interfederativa com o Governo Federal e municípios estratégicos, priorizando ações de prevenção e maior acesso ao diagnóstico da Aids. O anúncio foi feito na terça-feira (24), pelo Secretário de Estado da Saúde, João Paulo Kleinübing.

Na oportunidade, o secretário também falou sobre o plano de enfrentamento à doença que está sendo traçado com o objetivo de aumentar a taxa de detecção dos casos a partir das ações de vigilância e realização de testes. O Estado ocupa o terceiro lugar no ranking nacional em mortalidade em função da doença, estando entre os estados com aumento significativo de infecções por HIV. Santa Catarina foi o terceiro estado a assinar o pacto com o governo federal, depois do Rio Grande do Sul e do Amazonas, que ocupam o primeiro e segundo lugar no ranking, respectivamente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *