Terça-feira , 17 Setembro 2019
Home / Política / Um administrador com foco nas pessoas

Um administrador com foco nas pessoas

Após oito anos a frente da administração de Vargem, Peixe deixa prefeitura, mas deseja contribuir para que o município se desenvolva.

Nelson Gasperin Júnior (Peixe)

2009/2012, reeleito de 2013 a 2016 e reconhecidamente como um gestor público com foco nas pessoas, o prefeito de Vargem, Nelson Gasperin Júnior (Peixe), encerra o mandato no dia 31 de dezembro deste ano com o objetivo de administrar sua vida, família e negócios, sem deixar de contribuir, como cidadão vargense, para o desenvolvimento do município.

Peixe concedeu entrevista ao Jornal O Celeiro, avaliou o trabalho e ressaltou que seu projeto sempre foi ambicioso, mas que na vida pública, o sistema burocrático, às vezes dificulta a concretização de ideias. Acompanhe o relato do prefeito e conheça um pouco do trabalho realizado por ele, à frente da prefeitura de Vargem.

O prefeito destacou seu objetivo nos próximos anos. “Quando você lança seu nome para candidato, você imagina se deparar com uma situação, mas quando assume, você vê que o sistema é diferente. O problema é adequar o sistema às suas ideias. O gestor é movido pela ambição de fazer. Acredito que o prêmio é o resultado, as obras, a satisfação, avaliação, a população te admirar por aquilo que você fez. Eu não vou terminar o mandato dizendo que fiz tudo àquilo que quis. Eu não fiz nem 50% daquele meu projeto e às vezes frustramos algumas pessoas que imaginavam que eu poderia ter feito mais, mas eu dei o meu máximo para poder ver as coisas acontecerem. Não consegui fazer tudo e não tenho interesse em voltar em curto prazo a administrar o município, mas quem sabe lá na frente eu possa contribuir novamente. Agora, um novo pensamento vem na próxima gestão e eu como cidadão quero contribuir muito para o município, buscando recursos para o município e ajudando a próxima prefeita a fazer um ótimo mandato”, afirmou Peixe.

Fazer mais no segundo mandato era um desejo do prefeito e a comunidade também esperava muito disso, mas as dificuldades burocráticas e financeiras atrapalharam o trabalho. Peixe ressalta que a comunidade reconhece que os últimos oito anos foram os melhores anos vividos pelas pessoas em Vargem.

“Neste segundo mandato, sabíamos que tínhamos que melhorar o ritmo em 100% do primeiro mandato, para que a população também pudesse reconhecer as obras que foram feitas, mas a gente sabe, conversando com as pessoas do município, eles reconhecem e sabem que nestes oito anos, tivemos o melhor em Vargem. Claro que não atingimos os objetivos, pois tínhamos vários projetos que eram para ser colocados em prática agora, mas infelizmente a parte burocrática e a parte financeira acabaram frustrando esses objetivos”.

Muitos convênios foram firmados e recursos garantidos para obras como de saneamento básico, asfaltamento e construção de uma escola, por exemplo. Algumas obras foram realizadas graças à compensação financeira pela construção da UHE São Roque, como a de uma praça de lazer, ampliação do Posto de Saúde, Centro de Convivência dos Idosos e mangueiras para remates de gado. A Prefeitura adquiriu ainda com recursos próprios a área do Centro de Eventos e o terreno para construção da nova escola municipal, além de pavimentação em calçamento e paiver de ruas do município.

O prefeito lembra que recursos como do Fundam estão garantidos. “Visitamos alguns setores do Governo e alguns convênios, como do Fundam, que tem um investimento de R$ 835 mil para pavimentação asfáltica está garantido e são mais de 20 municípios que estão na mesma situação nossa que não foi realizado o convênio por falta do orçamento do Estado, então essas questões burocráticas que acabam atrapalhando, porque era uma obra que eu queria estar entregando a população nosso município, mas eu não serei o executor, mas com certeza nós população vai estar sendo servido para sua obra e isso que é importante, a gente poder deixar esse legado e deixar esses recursos que vão ajudar o nosso município. Além disso temos um convênio com o Governo Federal, estivemos na Caixa Econômica, e temos um problema com um com a outra questão burocrática do convênio para pavimentação da Rua Vitorino Chiochetta, que dá acesso ao posto saúde e Escola Deputado Augusto Bresola e vamos fazer adequações, com esgotamento sanitário, que nós já temos o projeto, e vamos executar a rede de esgoto nessa rua para liberarem o projeto e se fazer a pavimentação. São recursos garantidos, dando R$ 1,1 milhão de repasse do governo do estado e federal para pavimentação asfáltica”.

Olhos nas pessoas

Com o objetivo de atender as pessoas e trabalhar sempre por elas, Peixe ressalta o trabalho realizado na agricultura e saúde, buscando atender a todos da melhor forma possível. “Dar boas condições de trafegabilidade foi sempre nosso objetivo e durante todos os anos nunca paramos, o transporte escolar, por exemplo, em função de chuvas que prejudicavam trafego. Na saúde tivemos a ampliação da unidade de saúde que facilita o atendimento e é claro que todo profissional que trabalha em um ambiente bom rende mais e toda pessoa que necessita de atendimento de saúde deseja bom atendimento, em um bom local, e o restante é medicação e tratamento para cura da doença. Temos uma ótima equipe na saúde, capacitada e que sabe valorizar as pessoas e essa equipe faz a diferença. Nós ouvimos elogios pelo trabalho e quero dividir com esses funcionários que estão no dia a dia trabalhando pelo bem das pessoas. Nosso município investe 28% dos recursos em saúde porque além de obras, eu acho fundamental cuidar bem das pessoas e se tivermos uma população com saúde, todos vão produzir mais e viver melhor. Quanto à ampliação da unidade, temos uma emenda parlamentar aprovada no valor de R$ 150 mil, por meio do deputado João Rodrigues, para compra de equipamentos. Essa emenda é de 2014 e agora o Ministério da Saúde empenhou e vai transferir recurso pra compra desses equipamentos”, ressaltou.

Na educação Peixe lembra que é a base para o desenvolvimento das pessoas e consequentemente do município. “Na educação, entendo que é dos pontos principais de gestão, e nós investimos muito desde 2009. Tínhamos lá quando assumimos a primeira vez, o Ideb em 3,8, e hoje estamos com 5,4. Evoluímos muito, mas em nível de região estamos abaixo dos outros municípios. Temos muito o que fazer, infraestrutura é fundamental e a capacitação dos profissionais tem que ser levada a sério. Temos a obra de construção da escola, que não está sendo realizada devido a obra da usina que parou, mas adquirimos o terreno, terraplanagem está pronta e vamos torcer para que a São Roque volte a realizar a obra da usina, porque assim, teremos a construção da escola, porque está aprovada e é dentro das prioridades da compensação social ao município. Temos também a quadra coberta já com 30% de obra executada neste espaço. Buscamos melhorar o transporte escolar e é preciso que a nova prefeita invista nesse setor. Tudo tem como melhorar e a maior dificuldade vivida foi financeira”, finalizou Peixe.

*Reportagem publicada no jornal “O Celeiro”, Edição 1459 de 15 de Dezembro de 2016.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *