Domingo , 22 Setembro 2019
Home / Educação / Ensino fundamental de nove anos apresenta reflexos no ensino médio

Ensino fundamental de nove anos apresenta reflexos no ensino médio

Diretores de escolas da sede do município falam sobre reflexos no número de alunos do terceiro ano em 2017.

Patrícia Tomazoni Pelentir

A implementação do Ensino Fundamental (EF) de nove anos, que começou efetivamente há dez anos no país, impôs o último sobressalto à Educação Básica em 2017, quando muitas escolas ficaram com turmas do 3º ano do Ensino Médio (EM) com o número de alunos reduzido.

O ensino fundamental de nove anos foi implantando pelo Governo Federal e em 2011 atingiu 100% das redes públicas dos 5.565 municípios brasileiros, onde crianças de seis anos de idade foram matriculadas no primeiro ano do ensino fundamental público, conforme determina a Lei nº 11.274, de 6 de fevereiro de 2006.

Neste ano de 2017 a medida adotada apresentou reflexos nas salas de aulas do ensino médio, principalmente no número de alunos dos terceiros anos do ensino médio das escolas da rede estadual.

Conforme levantamento feito pela equipe de reportagem do jornal O Celeiro, nas escolas de Educação Básica Henrique Rupp Junior, Coronel Gasparino Zorzi e Paulo Blasi em Campos Novos, há turmas onde o número de alunos que irá concluir o ensino médio não chega a dez pessoas.

De acordo com a Diretora da Escola de Educação Básica – E.E.B – Henrique Rupp Junior, Daniela Granzotto Rupp Flesch, em 2017 apenas uma turma com 30 alunos irá concluir o ensino médio. “Nos anos anteriores eram em média três turmas de “terceirão” aqui na escola e devido a lei, houve uma queda significativa. No entanto podemos destacar que para 2018 já são três turmas do terceiro ano do ensino médio”, enfatiza.

Já na E.E.B Coronel Gasparino Zorzi, sete alunos irão concluir o ensino médio em 2017. “O fato ocorre em função do ensino fundamental de nove anos, que fez com que houvesse uma lacuna de série”, explica a diretora Solange Togni.

Na E.E.B Paulo Blasi, o assessor de direção, Marcos Gustavo Almeida informa que na turma da noite são 07 alunos no terceirão. “Essa turma é dos alunos que não conseguiram passar da oitava série, vindos de escolas municipais principalmente, que foram as últimas a se adequar ao padrão e para não serem repetentes cursaram o 9° ano. Essa turma estuda aqui na escola no ensino regular à noite. São 07 alunos”.

De acordo com a Gerente de Educação da 8ª Gerência de Educação (GERED) – Patrícia Tomazoni Pelentir, a expectativa que é que 220 alunos se formem no ensino médio em 2017 na região, sendo 111 nas escolas estaduais de Campos Novos. Já em 2018 cerca de 570 alunos estarão matriculados no 3º ano do ensino médio, dos quais 260 estão nas escolas estaduais de Campos Novos.

A discussão sobre ampliar o Ensino Fundamental para nove anos começou no Brasil em meados de 2004, com prazo final de implementação em todo o país em 2010. Cada rede foi se organizando da forma que julgou melhor. A intenção era que, aos seis anos, as crianças ingressassem no primeiro ano e terminassem essa etapa de escolarização com mais maturidade para enfrentar o Ensino Médio.

 

*Reportagem publicada no jornal “O Celeiro”, Edição 1509 de 14 de dezembro de 2017.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *