Domingo , 22 Setembro 2019
Home / Cotidiano / Um pedido especial de Natal

Um pedido especial de Natal

Campanha Doe seus Impostos para Campanhas Sociais pode beneficiar AMA de Campos Novos. Para isso basta doar. Saiba como fazer por meio do Imposto de Renda e sem nenhum custo.

Neste Natal, a Associação Amigos dos Autistas – AMA de Campos Novos, tem um pedido especial que irá tocar seu coração e não irá lhe custar dinheiro nenhum, apenas seu tempo e a sua intenção de ajudar. Todos os anos, muitos projetos sociais deixam de acontecer no Brasil por falta de recursos. São projetos culturais, esportivos ou sociais, voltados a crianças e adolescentes, comunidades, idosos, pessoas com deficiências e ações de combate ao câncer.

Todos podem ajudar, direcionando parte de seus impostos para incentivar estes projetos. Porém, são poucos os que fazem este tipo de doação, muitas vezes por falta de informação e conhecimento. A AMA tem um projeto deste tipo, habilitado pelo FIA (Fundo da Infância e Adolescência). A AMA pede a sua ajuda. Você pode fazer uma doação e obter abatimento fiscal de 100% do valor doado – pode direcionar 6% de seu imposto de renda para incentivar o projeto da Associação.

A entidade conta com uma equipe profissional que a assessora com as doações e poderá lhe ajudar a fazer esta doação com segurança e sem nenhum problema para sua declaração de impostos. Eles irão informar o passo a passo e acompanhar todo o processo. A doação deve ser feita até 30 de dezembro.

A reportagem do Jornal O Celeiro conversou com a diretora da AMA. Vera Ottonelli Durli, sobre a campanha. Confira.

– O Celeiro: Qual é o intuito da campanha, a doação pode ser feita tanto por pessoas físicas como jurídicas?

O final do ano é sempre um momento propício para realizar doações de qualquer natureza, as pessoas como forma de agradecimento muitas vezes preferem ajudar outras pessoas necessitadas ou menos favorecidas e então a AMA pede para doações aos projetos sociais. No dia 28 de novembro, Dia de Doar, a AMA enviou peças de uma campanha de comunicação a ser compartilhada nas redes sociais, muitas pessoas compartilharam e agora estamos pedindo aos amigos, empresários, pessoas físicas e jurídicas a sua doação. Esta atitude não custa dinheiro nenhum, apenas seu tempo e a sua intenção de ajudar. Todos podem ajudar, direcionando parte de seus impostos para incentivar estes projetos. A partir desta informação e orientações do seu contador, poderão ajudar sim e muito os projetos da nossa entidade, AMA de Campos Novos.

– O Celeiro: Qual é o projeto habilitado pela AMA de Campos Novos?

Temos um projeto social habilitado e aprovado pelo FIA (Fundo da Infância e Adolescência de Campos Novos) que é o Projeto: Construção do Centro de Equoterapia da AMA de Campos Novos – SC, que beneficiará crianças e adolescentes do município de Campos Novos com deficiências e transtorno autista. Temos um terreno 03 hectares “doado”, os cavalos, a equipe com formação pela ANDE Brasil (Associação Nacional de Equoterapia) e para isso acontecer precisamos de muitas doações. Você pode fazer uma doação e obter abatimento fiscal de 100% do valor doado, pode direcionar 6% de seu imposto de renda para incentivar o nosso projeto. A pessoa que fizer sua doação até 30 de dezembro de 2017 receberá um “recibo” onde será utilizado no momento da sua Declaração do seu Imposto de Renda no ano de 2018.

– O Celeiro: Reforça para nossos leitores Vera, quais são os benefícios da Equoterapia?

A Equoterapia é um método terapêutico e educacional que utiliza o movimento e o encantamento do cavalo para se conseguir habilitar ou reabilitar indivíduos com comprometimentos físicos e/ou mentais ou com Transtorno do Espectro Autista – TEA, buscando o desenvolvimento global do ser humano. Este recurso vem sendo amplamente utilizado para reabilitar pessoas com deficiência física, paralisia cerebral, autismo, síndromes variadas como Down, vitimas de AVC, etc. No autista, esta terapia estimula a fala, atenção e afetividade. O indivíduo usa o animal para desenvolver atitudes e comportamentos.

A utilização da Equoterapia é coerente com a prática padrão da Fisioterapia, Psicologia, Fonoaudiologia e Pedagogia, na medida em que a atividade é experimental, funcional e exercida em um ambiente natural. A familiaridade com o cavalo, desperta no praticante de Equoterapia uma relação de amizade e afeto pelo animal, onde aliados irão trilhar um caminho de descobertas e novas conquistas. O ambiente natural favorece o encontro consigo mesmo, podendo-se trabalhar o alívio de stress, autoconfiança e segurança, em que o praticante aprende a dominar as rédeas da própria vida! O caráter de diversão, prazer e descontração, faz com que o praticante seja um participante ativo em seu processo de reabilitação conseguindo resultados positivos de maneira rápida e prazerosa.

– O Celeiro: Portanto, um projeto que vem para auxiliar ainda mais no atendimento aos usuários da AMA?

A utilização do cavalo como parte do método terapêutico foi identificada a partir de estudos sobre o comportamento do animal e as semelhanças com o comportamento autista. Para ambos, ruídos mais altos, mudanças na rotina e ambientes desconhecidos causam insegurança e grande parte da comunicação que estabelecem depende da linguagem corporal. Toleram uma quantidade restrita de contato corporal, sendo que este nunca ocorre através de imposição. A capacidade instintiva do cavalo em perceber as intenções do cavaleiro leva o animal a acalmar-se quando montado por um autista.

O contato com animais pode gerar no autista expectativas de troca e representação de regras sociais, quando utilizados em terapia. A interação com o cavalo, desde o primeiro contato e cuidados preliminares até a montaria, também desenvolve novas formas de comunicação, socialização, autoconfiança e autoestima. Do ponto de vista motor, o cavalo oferece o movimento tridimensional, ou seja, a cada passo o indivíduo movimenta-se para direita e para esquerda, para cima e para baixo, para frente e para trás, ao mesmo tempo, imitando os movimentos do passo humano. Em 30 minutos de aula o praticante recebe cerca de 2.000 novos estímulos cerebrais, que são enviados pela medula espinhal até o sistema nervoso central. Após 4 meses acontece uma mudança em toda a arquitetura cerebral de tantas células nervosas que surgiram. Esses estímulos, transmitidos repetidamente desencadeiam respostas positivas como ganho de equilíbrio corporal, adequação do tônus muscular e estimulação do desenvolvimento motor para se chegar à marcha e/ou maior independência funcional. Além do tratamento de TEA, a Equoterapia é também indicada para tratamento de sequelas neurológicas, paralisia cerebral quadriplégica, ataxia cerebelar, síndrome vestibular periférica, equilíbrio postural de idosos, ansiedade, TDAH, Síndrome de Down, entre outros.

*Reportagem publicada no jornal “O Celeiro”, Edição 1509 de 14 de dezembro de 2017.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *