Terça-feira , 13 Novembro 2018
Home / Opinião / Colunistas / Toxoplasmose

Toxoplasmose

Vanessa Barcarolo

A toxoplasmose e uma doença infecciosa causada por um protozoário, o Toxoplasma gondi. Muitas pessoas associam esta doença a gatos. Por quê? Os gatos são os únicos animais que, se contaminados com o Toxoplasma, passam a eliminá-los nas fezes, servindo como fonte para contaminação do meio e de pessoas. Nos outros animais, o parasita fica alojado e adormecido nos músculos.

Apenas 1% dos gatinhos transmite a toxoplasmose e, para isso, eles precisam estar doentes e, principalmente, na fase de eliminação dos oocistos, que ocorre apenas uma vez durante sua vida. Os oocistos eliminados nas fezes do gato demoram de 1 a 5 dias para espolurarem e assim se tornar infectantes. Portanto se você limpa a caixa de areia do seu gato diariamente, a chance de se contaminar é praticamente nula.

Os gatos tornam-se infectados pela ingestão de oocistos esporulados, ou pela ingestão de cistos extra-intestinais nos tecidos dos hospedeiros intermediários (ex: caça, carne crua). Os principais fatores de risco é o gato viver em ambiente rural ou silvestre, ser semi domiciliado, ser caçador ou se alimentar de carne crua.

Mulheres grávidas e pessoas com sistemas imunológicos enfraquecidos podem ter complicações graves ao serem contaminados com essa doença. Mais de 90% das pessoas que contraem a toxoplasmose acabam não manifestando nenhum sintoma. O restante chega a apresentar dores musculares e de cabeça, febre e aumento de gânglios.

O risco da toxoplasmose na gravidez ocorre naquelas mães que nunca tiveram contato prévio com o parasita, possuindo sorologia negativa para toxoplasmose. Estas são as gestantes sob risco, pois a toxoplasmose congênita ocorre quando mulheres adquirem o Toxoplasma durante a gravidez. Tomando os cuidados com a alimentação e tendo o mínimos de higiene( lavar as mãos) , as grávidas não tem risco de contrair a doença. Portanto, seja feliz com seu gato, ele não representa nenhum risco, pois beijá-lo, acariciá- lo , brincar e dormir com ele não transmite toxoplasmose.
As principais formas de contaminação para o ser humano são:

  • Água ( se não for tratada);
  • Verduras, legumes e frutas (Se não forem lavadas corretamente);
  • Carne mal passada (frango, linguicinha, coração de frango);
  • Embutidos (não fiscalizados);
  • Moluscos e outros invertebrados (se não estiver cozido);
  • Usar facas e outros utensílios de cozinha que estejam contaminados;

Por: Vanessa Barcarolo
Médica Vererinária – CRMV/SC 5411
Veterinária da Clínica Bicho Mania

*Coluna publicada no jornal “O Celeiro”, Edição 1545 de 06 de Setembro de 2018.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *