Segunda-feira , 17 Dezembro 2018
Home / Agronegócio / Só Para Mulheres: Coperacel realiza 5° Risacel

Só Para Mulheres: Coperacel realiza 5° Risacel

Mulheres se reúnem para confraternizar e comemorar suas conquistas

Confraternizar, reunir amigas e parceiras e celebrar a vida e conquistas, este foi o objetivo do 5° Risacel – Risoto da Coperacel- promovido pela Cooperativa Agropecuária do Celeiro Catarinense. O evento aconteceu no dia 24, no CTG Velha Espora, as 11h, sendo exclusivo para mulheres. Cerca de 300 damas se reuniram para rir, conversar e compartilhar experiências. Para buscar um maior entrosamento entre as mulheres, neste ano o evento contou com a presença de Cristiane Oliveira (Pessoas que brilham são Brilhantes), que desenvolveu diversas dinâmicas entre as participantes.

O evento aconteceu pela primeira vez em 2014, quando a então presidente da Coperacel, Tania Manfroi Cassiano, externou a ideia de criar um evento para confraternização feminina. As associadas da cooperativa acolheram com entusiasmo a ideia. O Risacel, que conta com o apoio dos principais fornecedores da cooperativa, começou recebendo 100 mulheres, e em sua 5° edição triplicou esse número. A cooperativa também é engajada nas causas sociais e por isso na oportunidade as participantes foram incentivadas a levar um 1 kg de alimento não perecível que foram doados a Comunidade Terapêutica São Francisco. Nesta edição foram arrecadados 290 kg de alimentos.

A iniciativa celebra a presença feminina no mercado de trabalho e suas conquistas frente a uma cultura masculina. Quebras de paradigma, evolução e transformação marcam a trajetória de muitas mulheres, mas ainda há muito avanços a alcançar. A atuação feminina em Campos Novos está muito bem representada por mulheres de garra e força. A revista Celeiro do Agronegócio, inclusive, escolheu como capa uma matéria que dá destaque ao trabalho realizado pela classe feminina. Homogeneidade, direitos iguais, é o objetivo da luta das mulheres. A Coperacel está de parabéns pela iniciativa.

*Reportagem publicada no Jornal “O Celeiro”, Edição 1557 de 29 de Novembro de 2018.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *