Quinta-feira , 25 Abril 2019
Home / Saúde / Inauguração de nova fachada e cogestão representam nova fase do Hospital Dr. José Athanázio.

Inauguração de nova fachada e cogestão representam nova fase do Hospital Dr. José Athanázio.

Imas assume gestão compartilhada dois dias após a inauguração

Um dia antes do aniversário do município a Administração Municipal inauguração a reforma da fachada e da recepção da Fundação Hospitalar Dr. José Athanázio, ocorrida na noite da última sexta-feira (29). Várias personalidades médicas e políticas compareceram para prestigiar a ocasião. A reforma que foi iniciada em 2018 deu uma repaginada na recepção e no layout do hospital, além de melhorar a acessibilidade para os usuários. O momento foi de comemoração para os envolvidos no trabalho. O prefeito Silvio Alexandre Zancanaro afirmou que este foi um trabalho conjunto e muito significativo para a população, pois o ambiente possibilitará um atendimento mais humanizado. A secretária de saúde, Mayara Serena o diretor técnico, Dr. Euclides Dall’Oglio e a diretora geral da entidade, Luana Connink também discursaram sobre os avanços ocorridos na fundação.

Zacanaro reafirmou que todo investimento feito na reforma foi com recursos próprios, destacando que a administração municipal tem feito muito pela fundação nos últimos dois anos, e garantiu também que mais investimentos serão feitos para melhorar o atendimento no hospital. “Tudo que está acontecendo aqui é recurso próprio. Não veio dinheiro de fora. São quase 2 milhões, fruto de economia e de uma boa gestão. Isso não se faz da noite para o dia. Muito evoluímos, recuperamos dez anos, porque nos últimos dez anos não investiram a metade do que nós investimos nos últimos dois anos. Queremos um grande hospital com a cooperação de todos”, declarou. Em seu discurso ele também pontuou questões sobre a saúde do município e afirmou que após o sistema de ouvidoria implantado pela Secretaria de Saúde muitos usuários têm aprovado o atendimento nos postos. Nas redes socias a população comentou e elogiou o trabalho realizado que deixou o hospital com uma nova roupagem, mas surgiram aqueles que também pediram melhorias não apenas na estrutura física, mas no atendimento prestado.

Imas dá início a cogestão oficialmente

Assinatura da parceria Prefeitura e Instituto Maria Schmitt

A imprensa foi convidada na manhã do dia 1 de abril para registrar a assinatura da parceria feita entra a Prefeitura Municipal e o Instituto Maria Schmitt (Imas) para a gestão compartilhada do Hospital Dr. José Athanázio. A partir deste mês começarão as atividades e a readequação do sistema hospitalar como a aplicação do protocolo de risco, que classificará os pacientes de acordo com a emergência de sua situação. Com relação ao corpo diretor, o instituto Imas trouxe para Campos Novos o gestor Edson Martins, que atuará como presidente geral, e junto a ele estarão o Dr. Euclides Dall’Oglio e Luana Conninck que continuarão com suas funções de diretor técnico e diretor da Fundação Hospitalar, respectivamente.

Edson Martins diz que o hospital tem um grande potencial e uma boa estrutura, mas que ainda tem muita coisa a melhorar. “Ainda não está fechada a negociação com todos os médicos, pretendemos fechar essa semana. Vamos construir uma gestão de mãos dadas com a Secretaria de Saúde e com a Administração Municipal”, declarou. O treinamento para a classificação de risco começará nos próximos dias e deverá ser implantado na próxima semana. O diretor do Instituto, Dr. Ricardo Schmitt, diz que este sistema é fundamental para um hospital deste porte. “Parece uma burocratização do processo, mas na verdade separa os pacientes que tem risco eminente de morte do paciente que pode esperar um pouco mais o atendimento”, defende. O prefeito ainda falou sobre mais melhorias e investimentos como o término da sala de Raio X, e a compra de mais instrumentos cirúrgicos, no qual já existe um valor disponibilizados para a compra. “Temos um investimento imediato do termino da sala de Raio X, as instalações já estão prontas só falta um técnico vir instalar o aparelho. Temos R$190 mil para instrumentar o hospital e as emendas impositivas no valor de R$ 450 mil para investimento na ala do SUS”, contou.

O presidente do Imas relatou a aquisição de mais uma autoclave para o hospital e salientou a importância desses investimentos e aquisições para atingir os objetivos de aumentar os serviços oferecidos pela fundação. “A aquisição de mais equipamentos cirúrgicos vai aumentar as cirurgias e a capacidade para que o Hospital tenha rotatividade de leitos. Poucos instrumentos e uma autoclave pequena limita o número de cirurgias. Com um ambiente favorável é possível realizar mais cirurgias. Queremos fazer com que o hospital tenha capacidade de fluxo. Vamos focar em cirurgias eletivas. Temos que produzir para nos auto sustentar. As ações que viemos tomar tem que ser imediatas”, pontuou. Atualmente são realizadas em média 30 cirurgias por semana e o objetivo é elevar para 100 cirurgias na semana.

Assim como tem sido feito um contato com os usuários das Unidades de Saúde, o Imas irá implantar um sistema de ouvidoria e pesquisa de satisfação com os pacientes do Hospital Dr. José Athanázio afim de avaliar o atendimento prestado. “A ouvidoria e o sistema de pesquisa satisfação do usuário é fundamental para que o projeto ande e que os problemas não se acumulem”, ressaltou.

*Reportagem publicada no jornal “O Celeiro”, Edição 1572 de 04 de Abril de 2019.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *