Segunda-feira , 22 Julho 2019

ALL Jeans

Ana Kantovick

O ano é 1837 e marca a criação de um ícone da moda, o jeans. Mais do que um simples tecido, a traça azulada tomou conta das nossas vidas e se consagra até hoje como o modelo de calça mais usada por todas as gerações. Ela foi patenteada pelo Alemão Levi Strauss e era a roupa de trabalho dos mineradores. Anos depois ele apareceu nos cinemas na pele de Audrey Hepburn em Bonequinha de Luxo e bombou com a pegada mais moderna criada pela Levi’s.

De lá para cá, ele foi reinventado por diversas marcas, deixou de ser roupa de trabalho para tornar-se item fashion e está presente no closet de todas as pessoas. Digo todas, pois é extremamente difícil que alguém não tenha ou nunca tenha usado uma peça de jeans. Hoje ele reina absoluto e de “calça jeans de trabalho” transformou-se no tecido mais utilizado da moda. Por ser uma peça extremamente versátil, ele foi sendo adaptados para criar jaquetas, saias, vestidos, e claro, modelos de calça surgiram aos montes. E vamos falar a verdade, um belo jeans faz toda diferença no seu closet.

Quando falamos de um clássico como este, dificilmente existirão erros. Porém, as lavagens (cores) do jeans podem te dar uma dica certeira sobre o local no qual cada um se encaixa melhor. Um exemplo é o “destroyed” que é aquele mais manchado e com rasgos, ele tem uma pegada super moderna, mas também informal, ou seja, cai super bem em looks de passeio ou balada. Já os clássicos vão até ao office look com perfeição. A proposta de hoje é que você de apaixone pelo jeans e monte looks divertidos e que crie muito a partir deste “básico”. Aposte em mesclas com tecidos mais finos ou em looks total jeans. Acrescente acessório e sapatos diferentes, lenços, sobreposições e maxi brincos. Faça do jeans um laboratório fashion. Confira aqui alguns exemplos e experimente!

Por: Ana Kantovick

Contatos em redes sociais:
Instagram: @anakantovick
Facebook: Ana Kantovick
Site: anakantovick.wordpress.com – (49) 998238633

*Coluna publicada no jornal “O Celeiro”, Edição 1577 de 09 de Maio de 2019.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *