Sábado , 24 Agosto 2019
Home / Saúde / Dores musculares aumentam com a chegada do inverno

Dores musculares aumentam com a chegada do inverno

Temporadas frias favorecem desconforto muscular

Fisioterapeuta Marcelo Alexandre e uma das suas pacientesA poucos dias do início do inverno, já começamos a registrar temperaturas mais baixas, e junto com o frio sempre surgem algumas doenças que são comuns da estação. Você provavelmente deve ter pensado em gripe ou resfriado. De fato, essa são bem comuns nesta época. Mas desta vez, estamos falando das dores musculares, que também são um grande incômodo e costumam acontecer com mais frequência no inverno. De acordo com o fisioterapeuta Marcelo Alexandre, isto se dá devido a contração muscular involuntária provocada pela sensação de frio. “Com o frio, os músculos realizações contrações na tentativa de se manter aquecido, e isso aumenta a tensão e a dor muscular e articular. O músculo se contrai de forma incorreta e não volta ao seu estado de relaxamento”, explica Marcelo.

A tensão muscular se apresenta de muitas outras formas no corpo, causando efeitos como a sensação de cansaço, dor no peito, nas costas, no pescoço e na lombar, e parece que os músculos estão travados e rígidos. É um mal-estar que atrapalha o dia a dia. Há casos em que a dor dura dias, dificultando até mesmo o sono. Além da dor, a pessoa apresenta dificuldades de esticar o músculo e de movimentar a articulação próxima a musculatura. O frio somado ao estresse e a ansiedade e a má postura podem agravar ainda mais as dores, assim como prática de exercícios pesados sem alongamento e noites mal dormidas.

Marcelo alerta que os cuidados no inverno devem ser redobrados para evitar a ocorrência de episódios de dor muscular, e é preciso que as pessoas tomem atitudes preventivas. Para auxiliar nesse sentido os alongamentos assumem uma função importante. “O alongamento ajuda a devolver a flexibilidade e ajudar na circulação sanguínea. Antes do exercício, o alongamento é fundamental para preparar o corpo para o que está por vir e ainda ajuda a aumentar a amplitude dos movimentos. O alongamento também é importante depois de praticar alguma atividade física. Ele vai tirar a tensão dos músculos que sofrem impactos durante o exercício, prevenindo dores, tensões e até câimbras que podem acontecer. Como um dos motivos para a dor está relacionado ao frio, outra dica é o uso de roupas e agasalhos que protejam do frio”, afirma.

Mesmo com atitudes preventivas, ainda assim é provável que a dor e a tensão apareçam, principalmente nesta estação. Se você está sentindo, ou já sentiu esse incômodo, é provavelmente que já tenha recorrido ao uso de relaxantes musculares, que podem ser usados de forma equilibrada e sempre por recomendação médica. Mas o fisioterapeuta dá dicas oportunas que podem minimizar a dor. Por exemplo, no banho a pessoa pode deixar a parte tensionada abaixo da ducha quente por alguns segundos.

Quando os problemas relacionados a esses fatores se tornam constantes, não é saudável se tornar refém de remédios relaxantes. Neste caso o melhor é procurar ajuda médica para que o profissional possa indicar um tratamento mais efetivo para melhorar as dores. Alguns dos tratamentos que podem ser indicados é a pratica do pilates, yoga, aquecimento antes e depois dos exercícios e massagens. Marcelo Alexandre atua na Clínica de fisioterapia FisioCampos que oferece todos esses atendimentos que ajudam as pessoas a conquistar mais qualidade de vida.

Os riscos do Choque Térmico

O inverno ainda não chegou, mas visto estarmos numa estação de transição é possível ter temperaturas distintas. O clima instável apresenta troca bruscas de temperatura. Este fato pode favorecer o choque térmico. O choque térmico pode acontecer quando uma pessoa sai de um ambiente quente para um frio, ou vice-versa, isso pode levar fazer cair ou subir temperatura sanguínea levando a pessoa a ter um mal-estar ou vertigem. Além desses problemas, o choque térmico pode causar paralisia facial. É importante que as pessoas evitem esse tipo de exposição. Quando estiverem em ambientes frios evitem adentrar ambientes com uma temperatura oposta. Por exemplo, é comum ficar alocado em local com aquecedor e rapidamente sair para um lugar com temperaturas baixas. A paralisia fácil pode alterar o paladar, causar formigamento ou dormência, fraqueza muscular e provoca assimetria da face. A fisioterapia é um dos tratamentos indicados.

*Reportagem publicada no jornal “O Celeiro”, Edição 1581 de 06 de Junho de 2019.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *