Sábado , 24 Agosto 2019
Home / Comunidade / AMA encerra certame e escolhe empresa que construirá Centro de Equoterapia

AMA encerra certame e escolhe empresa que construirá Centro de Equoterapia

Terreno onde será construído o centro está passando por terraplanagem

Com lágrimas nos olhos, a diretora da Associação dos Amigos e Pais dos Autistas (AMA), Vera Otonelli Durli, conta sobre o início da Construção do Centro de Equoterapia. No final de julho foi realizada a abertura de propostas e foi escolhida, por meio de licitação, a empresa ‘Ampliar Construções e Pré-Moldados’, que vai executar a obra pelo valor de R$ 454.108,54. No momento o terreno está em fase final de terraplanagem, após isso será instalada eletricidade e água. Concluída essa fase, as obras de construção devem ser iniciadas. Após início dos trabalhos está previsto 8 meses de construção e um prazo de um ano para entregar a obra. É provável que no segundo semestre de 2020 o Centro seja inaugurado. Apesar das dificuldades enfrentadas pela instituição, a AMA vive um momento de grande alegria. “Tivemos muitas parcerias. Agradeço a cada empresa que apoiou e acreditou no projeto. Os recursos para a construção foram captados através da campanha do imposto de renda de empresas daqui e de fora do estado. Isso para nós é um marco. Isso nos dá um sentimento de gratidão ao ver que nossa instituição é bem vista aqui e fora. Nos apoiam porque conhecem nosso trabalho. Elas nos acompanham e pedem os resultados. Estamos no caminho e temos pessoas certas do nosso lado”, declarou Vera.

Em Santa Catarina há apenas três Centros de Equoterapia de grande porte agregados a Ande-Brasil, o de Campos Novos será o quarto no estado. O Centro terá capacidade para atender 400 atendimentos por mês, dando uma proporção para atender 12 municípios de abrangência. Alguns prefeitos já solicitaram orientações para realização de convênios. Os contratos com outros municípios serão de grande importância para manter a equipe da AMA e permitirá que o atendimento seja sempre de qualidade. De acordo com o regimento da Associação Nacional de Equoterapia (Ande-Brasil), para que um centro funcione é preciso ter uma equipe mínima composta por médico, fonoaudióloga, psicóloga, fisioterapeuta, equitador e pedagogo. A AMA possui um corpo de funcionários equipado e qualificado para atuar no local. Além da mão de obra humana, a AMA também conta com cinco cavalos da raça crioula, que é a mais indicada, para serem usados na terapia. Os animais estão em fazendas, mas devem ser transferidos ao centro assim que estiver construído.

Desde 2015 que a diretora da AMA tem buscado recursos para conseguir realizar este sonho, para ela a terapia com cavalos é de grande eficácia na vida de pessoas com deficiência. Mas essa ideia vem bem antes de 2015. Em sua graduação, Vera conheceu a terapia e viu o quanto ela pode ser benéfica para deficientes. “Meu trabalho de conclusão de curso foi voltado a equoterapia. Eu e alguns colegas montamos um grupo e aplicamos algumas sessões de equoterapia com as crianças da APAE naquela época. Desde lá eu já via resultados. Eu alimentei meu sonho de que Campos Novos tivesse um local próprio para aplicar um recurso voltado aos deficientes. Com a implantação da AMA em 2009, eu passei a buscar mais direcionamento para a construção de um centro para a AMA. Em 2015 nós colocamos no papel e iniciamos a captação, mas este sonho vem desde a implantação da AMA e muito antes”, relatou.

O transtorno do espectro autista tem se tornado cada vez mais diagnosticado, e por isso requer uma atenção especial. Os autistas e suas famílias precisam do apoio e de ajuda para que consigam lidar com o problema. Entre os tratamentos, a terapia com cavalos tem se mostrado altamente eficaz, tanto que foi sancionada lei federal que estabelece e regulamenta a equoterapia como método de reabilitação de pessoas com autismo.

Para conferir o Edital de Seleção de Empresa Qualificada para Construção de Centro de Equoterapia, basta acessar o link: http://www.jornalceleiro.com.br/2019/07/ama-associacao-dos-pais-e-amigos-dos-autistas-lanca-editais/

*Reportagem publicada no jornal “O Celeiro”, Edição 1590 de 08 de Agosto de 2019.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *