Quarta-feira , 18 Setembro 2019
Home / Cotidiano / Celesc repassa R$ 155 mil para Associação Catarinense de Autismo

Celesc repassa R$ 155 mil para Associação Catarinense de Autismo

O presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins, entrega nesta quinta-feira, 5 de setembro, em Balneário Camboriú, R$ 155 mil à Associação Catarinense de Autismo, mais uma entidade beneficiada com as doações arrecadadas dos consumidores que participaram da 5ª edição do projeto Bônus Eficiente.

Por meio do projeto, são oferecidos equipamentos elétricos com 50% de desconto em relação ao preço de mercado na troca por um equipamento antigo e, na compra, os consumidores doam R$ 50 para entidades pré-selecionadas.

O projeto foi executado entre janeiro e maio de 2019, e resultou na arrecadação de R$ 465 mil, que são divididos com mais duas instituições no estado:  a Associação de Síndrome de Down (Joinville) e o Asilo São Vicente de Paulo (Criciúma).

Nesta quinta edição do Bônus Eficiente, foram substituídos 4.500 refrigeradores, 2.700 aparelhos de ar condicionado split e 2.300 freezers, além de 55 mil lâmpadas fluorescente por lâmpadas de led, com o objetivo de reduzir o consumo de energia elétrica com o uso de produtos mais eficientes.

O Projeto tem contribuído, efetivamente, para o combate ao desperdício de energia elétrica. Nas cinco edições realizadas, a Celesc estima a redução de 56 GWh de energia elétrica por ano, com a substituição dos equipamentos antigos por novos e eficientes. Este volume corresponde ao consumo de cerca de 280 mil residências por um mês, dentro da área de concessão da Celesc.

Desde a primeira edição, em 2013, mais de 514 mil catarinenses já foram atendidos pela iniciativa, que faz parte do Programa de Eficiência Energética Aneel/Celesc.

A Associação Catarinense de Autismo

A Associação Catarinense de Autismo foi criada em 2007 com o objetivo de prestar atendimento especializado, que pudesse proporcionar perspectivas de um futuro melhor para as crianças autistas que se deparam com muitas dificuldades e carência de tratamento adequado.

A instituição dispõe de atendimento interdisciplinar com os profissionais na área de psicologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, fisioterapia, pedagogia, além de atendimento de assistência social e musicoterapia. Atualmente a estrutura tem capacidade para atender até 50 crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista.

Fonte: ASCOM – CELESC

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *