Sábado , 25 Janeiro 2020
Home / Opinião / Colunistas / Liderança e Gestão de Pessoas

Liderança e Gestão de Pessoas

Simone Manfroi

Produtos são criados todos os dias e são encontrados facilmente no mercado e são pessoas que estão em todo o processo, desde a criação de produtos ou máquinas até o momento de consumir os produtos, precisam ser estimuladas constantemente. Sua criatividade, sua flexibilidade para resolver problemas, encontrar e mudar mecanismos já existentes. Essas pessoas são as nossas empresas! Nenhuma organização existe sem gente, sem pessoas executando tarefas, criando soluções administrativas, financeiras, comerciais, operacionais, etc. E nesse contexto temos os líderes e os liderados.

Os líderes dão o direcionamento para a equipe, promovem e dão a velocidade que a equipe deve seguir, a equipe é resultado direto de seu líder. Se é autoritário, o liderado terá medo de se manifestar, se é liberal ou permissivo, terá uma equipe com baixa produção e com pouca inciativa. O bom líder precisa perceber como cada membro da equipe interage, precisa criar empatia por seus liderados, perceber onde cada um se motiva e como cada um deles responde de forma positiva, em equipes pequenas fica mais fácil de perceber os detalhes, para equipes maiores existem diversas ferramentas e coleta de dados disponíveis no mercado. Em algumas pessoas a liderança é algo intrínseco, lhe é próprio da personalidade enquanto em outras essa habilidade precisa ser aprendida, desenvolvida ou aperfeiçoada. A grande vantagem é que por ser uma habilidade, a liderança pode ser aprendida.

Como adquirir essa habilidade? Que mecanismos, ferramentas, métodos precisam ser adotados para que haja essa mudança? Entender a diferença entre desenvolver pessoas e equipá-las é o primeiro passo, saber que desenvolver tem a ver com comportamento e equipar é ensinar como executar uma tarefa. Levar em consideração estes três fatos ajudarão a melhorar seu desempenho como líder:

Experiência: toda a pessoa traz consigo o que aprendeu no passado, suas frustrações, suas glórias, as experiências que viveu, tem uma bagagem vida.

Ação: baseada no conhecimento que traz consigo, a pessoa reage a variadas situações, essas ações determinam o resultado, que poderá ser satisfatório ou insatisfatório.

Estratégia: futuro ainda é incerto, depende do que fazemos no presente, este sim é contínuo e é no presente que criamos as estratégias, ou seja, a capacidade de antecipar o futuro. Estar preparado para o que pode vir a acontecer é a chave para o sucesso.

Para administrar uma empresa, suas finanças ou uma equipe é preciso entrar num processo de treino permanente, estar aberto para a aprendizagem constante e de qualidade. quando estamos em um novo projeto, entramos em uma espécie de estado de alerta. Absorvemos as informações, buscamos capacitarmos para aquela necessidade. Com o passar do tempo o entusiasmo dá lugar ao comodismo, é nesse momento que precisamos entender que algo precisa acontecer, pois o poder de competitividade e destaque pode acabar.

Por: Simone Manfroi
Coach, Consteladora e Training
Fone: (49) 3544.0043

*Coluna ‘Evoluir’ publicada no jornal ‘O Celeiro’, Edição 1609 de 19 de dezembro de 2019.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *