Segunda-feira , 25 Março 2019
Home / Cotidiano / Novo governo vai fechar todas as Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs)

Novo governo vai fechar todas as Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs)

Entre elas estão as de Campos Novos, Curitibanos, Videira e Joaçaba

A informação foi divulgada pelo coordenador da transição, professor Luiz Felipe Ferreira, em  entrevista ao Diário Catarinense.

O novo governador, Carlos Moisés, adotará como uma das primeiras medidas administrativas a desativação das restantes 20 Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs), que ainda estão em funcionamento.

Entre elas estão a de Campos Novos, Curitibanos, Lages, Videira e Joaçaba.

O governador eleito deve adotar a medida por decreto, sem a necessidade de enviar projeto de lei para a Assembleia.

Segundo o Diário Catarinense, o fim das 35 agências deve ficar para fevereiro de 2019, já que a reforma administrativa do novo governo, que também inclui outras medidas como a diminuição do número de secretarias, provavelmente será encaminhada à Assembleia Legislativa só no ano que vem.

De acordo com Luiz Felipe Ferreira, nesta semana a reforma administrativa será discutida com na Secretaria de Administração e demais secretarias.

O professor afirma que: “As ADRs de fato serão extintas, isso é um ponto definido. A desativação já vai ocorrer no primeiro ato, quando o Moisés assumir, e a extinção vem na reforma administrativa. Porque quando você desativa, você pode desativar como decreto. Se você vai extinguir, tem que extinguir com base na lei. Nossa necessidade de extinção é das atuais e das 15 desativadas pelo governador Eduardo Pinho Moreira”, diz o coordenador de transição.

O atual governador, Eduardo Pinho Moreira desativou em fevereiro, 15 das 25 ADRs.

Nas 20 que ficaram ativas, são 1.361 funcionários, sendo 146 cargos comissionados sem vínculo efetivo.

*Informações: Diário Catarinense

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *