Terça-feira , 23 Julho 2019
Home / Segurança / Acidentes de trânsito constantes são causa de preocupação para a PM

Acidentes de trânsito constantes são causa de preocupação para a PM

Nos três primeiros meses do ano foram registrados mais de 52 casos que poderiam ser evitados

Em 2018 o jornal “O Celeiro” divulgou uma reportagem sobre a diminuição do número de acidentes de trânsito no município de Campos Novos. Esse avanço é de grande importância, pois os acidentes apresentam grandes riscos para as pessoas, tanto para o condutor e passageiros, quanto para os transeuntes. Muitas campanhas em todo o Brasil são realizadas para promover a educação no trânsito, mas mesmo assim, os acidentes ainda são constantes. Em Campos Novos, em menos de três meses já foram registrados 52 acidentes. Felizmente, apenas com danos materiais. Essa situação deve servir de alerta para que as pessoas possam ser mais conscientes e tenham mais respeito pela sinalização, que segundo a Polícia Militar é a principal causa dos acidentes. Ter respeito pela sinalização é ter respeito pela vida.

Os horários de maior incidência são entre as 10h00min e 13h00min, e 16h00min e 18h00min. A área central do município corresponde por mais da metade dos acidentes de trânsito do município. Apesar dos danos serem poucos e não haver nenhum caso grave, não se pode minimizar a gravidade da situação, pois, atos imprudentes colocam em risco as pessoas e representam o desrespeito por leis que visam promover a segurança das pessoas. Todos os acidentes poderiam ser evitados se houvesse mais atenção e respeito pela sinalização. Quando há consciência por parte do condutor, menos acidentes acontecem.

A sinalização no município se dá de várias formas, por meio de placas, semáforos e com informações nas vias. No entanto, os condutores parecem ignorar as informações, principalmente as que indicam para que o carro pare, sinalização mais desrespeitada, de acordo com o capitão Pedroso, da PM. Os acidentes ainda não deixaram nenhuma vítima em estado grave, mas, as batidas, além do susto, das perdas materiais, ainda atrapalham o trânsito das vias. Além das placas Pare, o capitão Pedroso alista algumas situações que devem ser respeitadas. “É preciso respeitar as placas de sinalização, principalmente PARE, sinal vermelho do semáforo, não dirigir falando ao celular, não dirigir embriagado, não parar e estacionar em cima de faixa de pedestre, calçada ou canteiro central, respeitar a velocidade da via urbana (geralmente 40), respeitar entrada e saída de escolas, ter bom senso e educação no trânsito”, afirma.

Este é um assunto que requer muita atenção e as campanhas são constantes tanto em escala municipal quanto federal. Periodicamente são divulgadas peças publicitárias nos meios de comunicação e também são realizadas ações pontuais de educação no trânsito. O uso de bebidas alcoólicas também pontua entre as principais infrações, e nem mesmo as multas ou risco de perder a habilitação são suficientes para uma diminuição significativa de acidentes. Em boletins diários da Polícia Rodoviária Federal são vistos constantes casos de condutores imprudentes. Algumas mortes, muitas perdas materiais e várias escoriações e cicatrizes que vão marcar os envolvidos por toda a vida.

A preocupação com o trânsito não é só da polícia local, mas das pessoas que tem achado arriscado andar pelas ruas de Campos Novos. A mãe Maria Cunha, que tem um filho em fase escolar, diz que é uma preocupação com o filho quando ele vai a escola, pois, ela disse que tem visto muitos acidentes nas redes sociais. “Sempre vou levar meu filho na escola, porque acho muito perigoso. Apesar de morar perto da escola, não consigo deixar ele ir sozinho, pois, vejo que muitos condutores são irresponsáveis. Vou com ele para prestar atenção aos carros”, conta a mãe, que nos faz lembrar que os carros também são os riscos para os transeuntes.

Incremento para segurança

No início de 2019 a Polícia Militar do Estado de Santa Catarina recebeu doações para adquirir mais armamentos e munições para as unidades da PM de todo o Estado. O Comando da 3ª Companhia do 26º Batalhão de Campos Novos, juntamente com os Comandantes dos Destacamentos de Vargem, Brunópolis e Zortéa, iniciou algumas tratativas e conseguiu arrecadar mais de R$ 60.000,00 em recursos financeiros para a compra de armas e munições, através de doações de mais de 30 pessoas físicas e jurídicas envolvidas. Foram adquiridas: 03 fuzis T4, marca Taurus, calibre 556; 04 Sparks, marca Condor (um dispositivo elétrico incapacitante para cada cidade da Companhia); 40 cartuchos para a Spark; 01 espingarda calibre 12, modelo militar, marca CBC; 2.000 munições calibre 556 para habilitar nossos policiais ao uso do fuzil.

Todo o recurso arrecadado foi depositado em conta corrente da Polícia Militar do Estado de Santa Catarina e, após os trâmites administrativos e licitatórios, será encaminhado a Polícia Militar de Campos Novos para, após solenidade militar de entrega, com previsão de 3 a 4 meses. O montante final do recurso só foi possível graças à interação cada vez mais próxima, entre a comunidade local e a Polícia Militar.

*Reportagem publicada no jornal “O Celeiro”, Edição 1570 de 21 de março de 2019.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *